sábado, 19 de março de 2011

Ao longe


                                                                                        

Ao longe, ao luar,
No rio uma vela,
Serena a passar,
Que é que me revela ?
Não sei, mas meu ser
Tornou-se-me estranho,
E eu sonho sem ver
Os sonhos que tenho.

Que angústia me enlaça ?
Que amor não se explica ?
É a vela que passa
Na noite que fica.
Fernando Pessoa

3 comentários:

  1. Poema lindo de Pessoa!beijos, lindo domingo,chica

    ResponderExcluir
  2. Voltei pra dar o link, pois não consegues copiar. Não sei o que tem! Os textos não sá mesmo pra copiar, mas o link dá:

    Tá aqui:

    http://cronicasdachica.blogspot.com/


    obrigado,beijos,chica e um lindo fds

    ResponderExcluir
  3. Esqueci!Tu njá estás lá!beijos

    ResponderExcluir

Adorei tua visita, tua opinião é muito importante pra mim.
Bjusss!!! e volte sempre